As máquinas de cena concebidas para o espectáculo  construído a partir da comédia de protestos e lamentações populares Romagem dos agravados de Gil Vicente teve a apresentação pública em forma de romaria, ao ar livre,  a 6 de Junho de 2002, comemorando os 500 anos da primeira representação do autor.  Este foi o primeiro espectáculo da Associação Cultural Criadores de Imagens, Teatro de Marionetas.



Máquina de cena exposta no exterior do Museu. Autoria de José Carlos BarrosMaquina de cena exposta no exterior do Museu.  Autoria de José Carlos Barros


O Museu Nacional do Teatro e da Dança tem, no seu acervo, uma pequena coleção de bustos de actores e autores dramáticos, de grande valor artístico, criados por artistas como Soares dos Reis, Costa Mota ou Júlio de Sousa, entre outros.  Alguns destes bustos, esculpidos em bronze ou pedra, passam a poder ser vistos, em permanência, nos jardins fronteiros à entrada principal do Museu, cumprindo, assim, o seu objectivo inicial e funcionando, não só, como a memória de quem neles está representado, mas também como uma homenagem a todos os profissionais do espetáculo. 

Aproveitando o magnífico espaço exterior do Museu e o seu envolvimento único pelo Parque do Monteiro-Mor, expõem-se peças que, quer pelas suas dimensões, quer pela natureza dos materiais em que são executadas, possam sobreviver em ambiente sujeito às naturais variações climáticas.


As máquinas de cena foram agora restauradas por José Carlos Barros e joão Luís Barros - Criadores de Imagens - com o apoio mecenático da Mirpuri Foundation.