É também uma exposição de homenagem a Anna Mascolo, centrada sobretudo no seu grande contributo enquanto pedagoga, formadora e produtora de conhecimento no domínio da dança e do ensino artístico em Portugal e  onde alguns dos nossos maiores bailarinos e dezenas e dezenas de crianças e jovens que ali, através da aprendizagem da dança, ganharam mais um contributo para a sua formação artística, para o desenvolvimento e conhecimento do seu corpo e do seu sentido estético e do gosto.
Trata-se de um projeto museográfico pensado e executado num curtíssimo espaço de tempo (o Estúdio-Escola corria o sério risco de ser desmantelado e disperso tudo aquilo que o integrava), no qual as peças e objetos expostos o foram sem qualquer intervenção técnica nas áreas de conservação ou restauro, mas que, por isso mesmo, nos trazem ainda à memória o cheiro, as cores e o som daquele espaço, transmitindo esta exposição um sentido de vida e de continuidade de um trabalho artístico que, apesar de agora musealizado enquanto memória de Tempos de Dança, continuará a ter futuro, e que é provavelmente, a par do enorme talento e inigualável elegância que espalhou pelos palcos de todo o mundo, o maior legado que Anna Mascolo nos deixa.
Poderá ser vista, nesta exposição temporária, entre outros objetos e documentos , uma excecional coleção de cartazes de dança, música e teatro, dois tutus que marcaram a carreira de Anna Mascolo enquanto bailarina clássica, um coleção de programas e fotografias que documentam  que dão noticia sobre muitos dos alunos que passaram por aquela Escola-Estúdio e uma rara coleção de gravuras de figurinos para dança  de Leon Bakst.