A estas fases correspondem os núcleos mais importantes que constituem as colecções do Museu Nacional do Teatro e da Dança - o texto, os actores, os espaços teatrais, os figurinos e os trajes de cena, a cenografia, os bastidores, a música, a publicidade e as memórias

Baseada numa estrutura permanente, não é, no entanto, uma exposição encerrada. Com efeito, a maioria das diferentes peças que a integram vão regularmente rodando, pemitindo, assim um mais amplo conhecimento das colecções do Museu através da periódica renovação do que é exposto e uma mais ampla representatividade dos autores, actores e criadores que figuram nessas colecções, na procura de um objecto museográfico que contrabalance, sempre, a informação histórica com a exposição puramente estética.

              Pormenor da exposição permanentePormenor da exposição permanente

Consciente de que 'o que resta ao actor após a criação (efémera) de uma obra-prima não dura mais do que o seu cansaço depois de representar' e que uma parte das peças aqui reunidas não são mais do que isso - peças como parte de um todo, que é o espectáculo teatral ou performativo -, não se pretende, com elas, substituir ou reconstituir o acontecimento original (o espectáculo propriamente dito), mas tão só que sejam capazes de despertar memórias, criar imagens, descobrir pormenores e provocar emoções.

               Pormenor da exposição permanentePormenor da exposição permanente


Ficha técnica da exposição