1999


A cadeira de Garrett é a única peça verdadeiramente rara, no que a Garrett se refere, que o Museu Nacional do Teatro tem nas suas colecções.
E como naquele ano do fim de milénio de 1999 Garrett fazia 200 anos, era preciso celebrá-lo.
E celebrá-lo sempre, ainda que os não fizera, pois Garrett é a personalidade mais importante de todo o teatro português, à excepção talvez de Gil Vicente, o único que com ele compete em importância.
Então, fez-se uma pequena exposição à roda da sua cadeira, tal como Garrett lembra que Xavier de Miaste, porque vivia em clima frio, fez uma viagem à roda do seu quarto.

E à roda da cadeira agrupam-se gravuras, documentos, publicações, edições raras, trajos de cena, maquetas de cenário, figurinos, fotografias de actores e actrizes, um filme de vídeo, lembranças várias de Garrett e do seu tempo.

                               Imagem de Almeida GarrettCadeira de Almeida Garrett, séc. XIXPormenor de litografia para leque representando o Rossio com o Teatro D. Maria II, meados do século XIX